Imagem de fundo: Joshua Eckstein do Unsplash

O HOMEM PENTECOSTAL — Episódio I : A Descida [Atos 2:1–21 ]

(Domingo de Pentecostes — Ano A)

PRELÚDIO

Espírito Santo, a Terceira Pessoa da Trindade.

Ao mesmo tempo que muito se fala Dele (principalmente depois do boom pentecostal), também Ele é esquecido pela ortodoxia (o pensamento) protestante.

Mas, Quem e o Quê é o Espírito Santo?

Um catecismo (livrinho com perguntas e respostas) bem antigo, O Catecismo Reformado de Heidelberg, de 1563, nos pergunta o seguinte:

Pergunta 53 — O que você crê sobre o Espírito Santo?

Resposta — Primeiro: creio que Ele é verdadeiro e eterno Deus com o Pai e o Filho (Gn 1:2; At 5:3,4; 1Co 2:10; 1Co 3:16; 1Co 6:19). Segundo: que Ele foi dado também a mim (Mt 28:19; 2Co 1:21,22 Gl 3:14; Gl 4:6; Ef 1:13). Por uma verdadeira fé, Ele me torna participante de Cristo e de todos os seus benefícios (Jo 16:14; 1Co 2:12; 1Pe 1:2). Ele me fortalece (Jo 15:26; At 9:31) e fica comigo para sempre (Jo 14:16,17; 1Pe 4:14).

É o Espírito Santo que nos coloca em relacionamento com Cristo, com os Irmãos e com a Criação.

É o Espírito Santo que capacita o nosso Pfingstmann, nosso homem pentecostal, a lançar com sucesso a mensagem da Cidade de Deus entre as cidades dos homens.

Essa pequena peça, tratará de como Deus, principalmente a Terceira Pessoa, trabalha através de acontecimentos na vida de nosso homem pentecostal, com cenários, personagens, elementos e atos. Vocês vão perceber que o ator principal dessa obra não é Pfingstmann, nosso herói (que é bem silencioso, só tem uma fala, e que não é nesse episódio), mas sim, o Ator-Autor de todas as peças, a Trindade Eterna.

ATO I — Pentecostes: o cumprimento da Promessa.

Deus atinge algo e alguma coisa acontece.[CAVACO, 2020]

CENA 1 — v.1–13 (todos reunidos)

Cristo subiu, e o Espírito Santo desceu. O Cristo ressurreto ascendeu aos céus e enviou o Espírito a fim de habitar para sempre com a igreja.

Dez dias após a Ascensão de Cristo e cinquenta dias após a sua Ressurreição, o Espírito Santo desceu sobre os discípulos no dia de Pentecostes. A palavra pentecoste (πεντηκοστή) significa o quinquagésimo dia. [BÍBLIA DE ESTUDO PALAVRAS-CHAVE HEBRAICO E GREGO, 2015]

O Pentecostes (conhecido antigamente como Shavu’ot — שָׁבוּעוֹת) era celebrado no primeiro dia da semana e era uma das três Shalosh Regalim (שְׁלֹשֶׁת הַרְגָלִים), as grandes festas anuais de Israel, precedida pela Páscoa (Lv 23:4–8; Nm 28:16–25) e sucedida pela Festa das Cabanas (Lv 23:33–43). O Pentecostes é chamado no Antigo Testamento de “Festa das Semanas” porque era celebrado sete semanas depois da Páscoa (Dt 16:10); de “festa da Colheita”, porque os primeiros frutos da colheita eram então juntados (Êx 23:16); e de “o dia das primícias” (Nm 28:26).[STERN, 2007]

Uma mistura da festa de Pisa da Uva de São Roque com o Thanksgiving americano.

v.1 — No dia de Pentecostes, todos estavam reunidos num só lugar.

Tudo começa nesse palco. Cerca de 120 homens pentecostais estavam congregados no cenáculo em unânime e perseverante oração, quando, de repente, o Espírito Santo foi derramado sobre eles.

O reverendo Hernandes nos diz que eles estavam estribados na promessa do Pai anunciada por Jesus, havia no coração deles a expectativa do revestimento de poder. Todos estavam no mesmo lugar, com o mesmo propósito, buscando o mesmo revestimento do Espírito.[LOPES, 2012]

Deus então tornou sua presença conhecida àquele elenco de Pfingstmänner, de homens pentecostais, de um modo espetacular: enviou um vento impetuoso (v.2), fogo e seu Espírito Santo.

v.3 — Então surgiu algo semelhante a chamas ou línguas de fogo que pousaram sobre cada um deles.

Esse evento único liga o palco pentecostal ao palco sinaítico quando o estrondo e as línguas de fogos em Jerusalém lembram do fogo, fumaça e trovões no Sinai (Ex 19:18–19; Dt 5:19–21). Deus se manifestou a Moisés na sarça que ardia em fogo e não se consumia (Ex 3:2). Quando Salomão consagrou o templo ao Senhor, desceu fogo do céu (2Cr 7:1). No Carmelo, Elias orou, e fogo desceu (l Rs 18:38-39). No último versículo de Êxodo lemos quando o Tabernáculo foi consagrado e se encheu do Espírito do SENHOR (Ex 40:38).

Pfingstmann agora se torna Tabernáculo vivo do SENHOR, templo ambulante que carrega a Vontade Santa Dele (1 Co 3:16; 1 Pe 2:5).

v. 4–12Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar em outras línguas, conforme o Espírito os habilitava.

Estavam em Jerusalém judeus piedosos de todas as nações que há debaixo do céu (A21). Quando ouviram o som das vozes, vieram correndo e ficaram espantados, pois cada um deles ouvia em seu próprio idioma.

Muito admirados, exclamavam: “Como isto é possível? Estes homens são todos galileus e, no entanto, cada um de nós os ouve falar em nosso próprio idioma! Estão aqui partos, medos, elamitas, habitantes da Mesopotâmia, da Judeia, da Capadócia, do Ponto, da província da Ásia, da Frígia, da Panfília, do Egito e de regiões da Líbia próximas a Cirene, visitantes de Roma (tanto judeus como convertidos ao judaísmo), cretenses e árabes, e todos nós ouvimos estas pessoas falarem em nossa própria língua sobre as coisas maravilhosas que Deus fez!”. Admirados e perplexos, perguntavam uns aos outros: “Que significa isto?”.

No Palco Veterotestamentário, vimos que algumas personagens ficaram cheias do Espírito Santo, como Moisés, Davi e os Profetas. Agora todos aqui ficam cheios Dele, tornando realidade a oração que Moisés fez há milhares de atos (Nm 11:29) cumprindo também as Palavras do Salvador (Jo 14:16–17):

Moisés: Que bom seria se todos do povo do Senhor fossem profetas e se o Senhor colocasse seu Espírito sobre todos eles!”. Números 11:29;

Salvador: E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro Consolador, a fim de que esteja com vocês para sempre: é o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece. Vocês o conhecem, porque ele habita com vocês e estará em vocês. João 14:16–17.

Um milagre que atraiu a atenção da multidão de estrangeiros que se encontrava na cidade para a festa.

No palco de Babel (Gn 11) Deus dispersou o povo impiedoso separando as línguas, agora, no Palco do Pentecostes, Deus junta seu povo piedoso através do entendimento dos diferentes idiomas, anulando o acontecimento da Babilônia. Aqui a palavra é claramente de línguas existentes, e não palavras inventadas— diálektos (διάλεκτος) [BÍBLIA DE ESTUDO PALAVRAS-CHAVE HEBRAICO E GREGO, 2015]. Babel foi resultado de rebeldia contra Deus, Pentecostes, fruto da oração perseverante a Deus; Os homens babilônicos engrandeciam seu próprio nome, mas os homens pentecostais, falavam sobre as grandezas de Deus.

John Stott nos escreveu: “Em Babel, a terra orgulhosamente tentou subir ao céu, enquanto, em Jerusalém, o céu humildemente desceu à terra”. [STOTT, 2005]

O cristianismo não se restringe a um povo ou grupo de pessoas. Cristo oferece a salvação a todas as pessoas, sem levar em conta a nacionalidade de cada uma delas.

Porque não há distinção entre judeu e grego, uma vez que o mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Romanos 10:12

v.13 — Outros, porém, zombavam e diziam: “Eles estão bêbados!”.

Os homens carnais dentre a multidão rotularam o fenômeno das línguas como resultado de embriaguez.

Como bem disse nosso pregador: Confundiram a plenitude do Espírito com o enchimento de vinho. [LOPES, 2012]

CENA 2 — v.14–21 (não era pinga, era profecia)

v. 14–15 — Então Pedro deu um passo à frente com os onze apóstolos e dirigiu-se em alta voz à multidão: “Ouçam com atenção, todos vocês, povo da Judeia e habitantes de Jerusalém! Escutem o que lhes digo! Estas pessoas não estão bêbadas, como alguns de vocês pensam, pois são apenas nove horas da manhã. Pelo contrário! O que vocês estão vendo foi predito há tempos pelo profeta Joel:

É em resposta à acusação de estar embriagado que Pedro, o große Apostel, explica o que está acontecendo. O grande apóstolo “se livra” dos acusadores céticos que tinham a mente fechada para o Espírito antes de ensinar aos que estavam com o coração aberto mas com a mente confusa. Era costume jejuar nos dias de festa pelo menos até às 9h da manhã (“quarta hora” em algumas traduções). Não teria como Pfingstmann nem os homens pentecostais estarem embriagados a essa hora.

v. 16–21 ‘Nos últimos dias’, disse Deus,

‘derramarei meu Espírito sobre todo tipo de pessoa.

Seus filhos e suas filhas profetizarão;

os jovens terão visões,

e os velhos terão sonhos.

Naqueles dias, derramarei meu Espírito

até mesmo sobre servos e servas,

e eles profetizarão.

Farei maravilhas em cima, no céu,

e sinais embaixo, na terra:

sangue e fogo, e nuvens de fumaça.

O sol se escurecerá,

e a lua se tornará vermelha como sangue,

antes que chegue o grande e glorioso dia do Senhor.

Mas todo aquele que invocar o nome do Senhor

será salvo’.

Nem tudo o que é mencionado em Joel 2:28,29 aconteceu especificamente naquela manhã pentecostal. Os “últimos dias” incluem todos os dias entre a primeira e segunda vinda de Cristo; é outro modo de dizer “de agora em diante”. O Palco Real (a Cidade de Deus) já começou no Advento de Jesus e esse Palco será completado no Palco de Cristo Rei (o Penúltimo Ato, a Grande Parusia, o Glorioso Retorno) “O grande e glorioso dia do Senhor” (2:20).

O antigo homem profético havia revelado que o Espírito seria derramado sobre toda pessoa. O derramamento do Espírito quebraria barreiras e romperia o preconceito sexual (filhos e filhos), etário (jovens e velhos) e social (servos e servas) (2.17,18). A profecia de Joel teve um cumprimento neste Palco, mas aponta também para a Parusia (2:19-20).

Mais uma vez o nosso pregador bem disse: O profeta identifica o derramamento do Espírito como um evento salvador: E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo (2:21).[LOPES, 2012]

Essa citação do profeta Joel é central para todo o livro de Atos. Ela desempenha um papel semelhante a citação do profeta Isaías no Evangelho de Lucas. Lá, a referência resume a natureza do ministério de Jesus (Ele me enviou para anunciar que os cativos serão soltos, os cegos verão, os oprimidos serão libertos, e que é chegado o tempo do favor do Senhor”. Lucas 4:18-19). Aqui, a citação de Joel resume a natureza da obra do Espírito.

Como bem disse González: Em certo sentido, tudo que se segue no restante do livro de Atos é o desdobramento do que já estava implícito na citação de Joel.[GONZÁLEZ, 2011]

POSLÚDIO

Porque nós, os Pfingstmänner, precisamos do Espírito Santo hoje? O Espírito nos faz participantes de Cristo. É Ele que nos faz reconhecer o Senhorio de Cristo. Através do Espírito em nós, Deus opera todos os tipos de milagres para que as Boas Novas sejam divulgadas, usa inclusive os idiomas para chamar todos os tipos de pessoas para se tornarem seguidores de Cristo. Não importa qual seja sua cor, nacionalidade, cultura ou idioma. Deus fala com o homem pentecostal.

Onézio Figueiredo nos disse: O Espírito Santo nos foi dado para despertar em nós o dom da fé salvadora, para abrir as nossas mentes à compreensão do Evangelho de Cristo.[FIGUEIREDO,2010.]

É Ele que faz o homem pentecostal reconhecer o Senhorio de Cristo. Através do Espírito em nós, Deus opera todos os tipos de milagres para que as Boas Novas sejam divulgadas, usa inclusive os idiomas para chamar todos os tipos de pessoas para se tornarem seguidores de Cristo. Não importa qual seja sua cor, nacionalidade, cultura ou idioma. Deus fala contigo.

O Palco do Pentecostes simboliza um novo começo.⁣ Assim como a entrega da Lei aos homens israelitas representou o nascimento da nação de Israel, o Pentecostes também se tornou associado ao derramamento do Espírito Santo e ao nascimento do palco onde Pfingstmann e os homens pentecostais passarão a conviver, a Igreja.

Pentecostes é um tempo para reconhecer a Igreja, a importância de pertencer ao Corpo de Cristo e a nossa necessidade de uns dos outros. [Lecionário, 2020]

Como o pastor Sayão nos lembra: Celebrar o Pentecostes é pedir a Deus que nossa vida seja cheia do Espírito Santo, o qual nos revela, dia a dia, a pessoa de Jesus sendo formada em nós, através da pregação de Cristo glorificado e da nossa vida como servos do Reino nesse tempo.[SAYÃO, 2020.]

Esse foi o primeiro episódio, o primeiro ato do nosso Homem Pentecostal. O Espírito desceu, tivemos o FOGO, mas daqui a pouco, outro elemento aparecerá na nossa obra — o VENTO. Veremos que o große Apostel Pedro, pregará aos ouvidos do nosso Pfingstmann, e sua percepção do cenário será alterada

𝖁𝖊𝖓𝖎 𝕮𝖗𝖊𝖆𝖙𝖔𝖗 𝕾𝖕𝖎𝖗𝖎𝖙𝖚𝖘!

Peça escrita originalmente como uma devocional para o dia 31 de maio de 2020, o Domingo de Pentecostes do Ano Litúrgico A.

Obras Consultadas

BÍBLIA DE ESTUDO PALAVRAS-CHAVE HEBRAICO E GREGO. 4. ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2015.

BÍBLIA SAGRADA — ALMEIDA SÉCULO 21(A21). São Paulo: Vida Nova, 2010.

BÍBLIA SAGRADA — NOVA VERSÃO TRANSFORMADORA (NVT). São Paulo: Mundo Cristão, 2016.

CAVACO, T. Sabes ler o texto que a tua vida é? Igreja da Lapa. Sermão de 19 de jan. 2020. Acesso em: 30 de maio. 2020.

FIGUEIREDO, O. Catecismo de Heidelberg — texto e comentário, 2010.

LECIONÁRIO. Ano A — fascículo III. Uberlândia, 2020.

GONZÁLEZ, J. L. Atos, o evangelho do Espírito Santo. São Paulo: Hagnos, 2011.

LOPES, Hernandes D. Atos: a ação do Espírito Santo na vida da igreja. São Paulo: Hagnos, 2012.

SAYÃO, L. O judeu e as nações. Igreja Batista Nações Unidas. Estudo bíblico de 31 de maio. 2020. Acesso em: 31 de maio. 2020.

STERN, D. H. Comentário Bíblico Judaico do Novo Testamento. Belo Horizonte: Editora Atos, 2007.

STOTT, John. A mensagem de Atos. São Paulo: ABU, 2005.

--

--

--

amigo do Amigo. Designer, mestrando, trainee de professor, apaixonado por história e aspirante a teólogo de fundo de quintal https://linktr.ee/idineicarvalho

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Idinei Carvalho Filho

Idinei Carvalho Filho

amigo do Amigo. Designer, mestrando, trainee de professor, apaixonado por história e aspirante a teólogo de fundo de quintal https://linktr.ee/idineicarvalho

More from Medium

DeFi2.0到3.0演进;2300亿美元市场争夺战,DP靠什么取胜?

Breaking Down the “kubectl”

on activism, arousal, and the never-ending flattery of patriarchy in the film Barber’s Tales

Here Are Some Fantastic Facts about Tom Wolfe’s A Man in Full